Skip to content

Fracasso

terça-feira, outubro 27, 2009

O gol: Victor não segura o chute de D'Alessandro

Em uma partida sofrível, fadada à negação de si mesmo em função do outro (que pensa exatamente da mesma forma), ainda assim poderia haver um outro resultado no Gre-nal 378. Aquele que, na minha opinião, resumiria da melhor forma a presença de espírito de todos aqueles que se relacionavam ao jogo, dos presidentes aos técnicos: 0 x 0. Já que não houve jogo, o que estaria fazendo aquele 1 no lado esquerdo do placar final? O Inter teve duas oportunidades reais (uma evitada por Victor e outra concedida por ele), assim como o Grêmio (que não teve concessões), e é interessante notar como as pessoas esqueceram-se de dizer que a amarga vitória foi conseqüência da quase total casualidade. Assim como outro equívoco impediu que tudo se equilibrasse na sua mediocridade: o árbitro não viu o pênalti na área colorada porque olhava a bola. Devia temer que ela cometesse alguma infração ainda no ar, talvez se negando a girar, mudando de cor ou sabe-se lá o que mais passava pela cabeça do homem de preto (que apropriadamente vestia amarelo). Confesso que me sinto derrotado à potência n, perdendo um jogo horrível, covarde, para uma equipe tão precária quanto a minha, numa falha do melhor jogador entre todos que estavam sobre a grama. Mas o que é mais nocivo é a espécie de homenagem que alguns conseguem prestar aos responsáveis pelo fracasso do futebol que se celebrou na tarde de domingo.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: