Skip to content

Inimigo

terça-feira, outubro 6, 2009

Tenho andado um pouco fora de órbita, os blogs se ressentem disso, e principalmente eu mesmo. A fase é um tanto obscura, indefinida e preguiçosa. Estou aqui já há um ano (em duas semanas o aniversário exato), degustando uma tremenda enrolação burocrática, sem trabalho e sem papéis, tudo restrito ao mínimo, economicamente falando. Não quero e não gosto de lamentar em balbúcios públicos, mas é exatamente isso que estou fazendo, percebo. O resultado é um quarto vazio por várias horas do dia e, sobretudo, a necessidade de ter de enfrentar sozinho meu maior inimigo: não me restou muita motivação e o problema, definitivamente, é mais eu mesmo que qualquer outra coisa. Não tenho tido muito o que dizer — reformulo: não tenho tido muita vontade de dizer.

Resta intacta apenas a vontade quase desesperada de aprender e captar as coisas, todas elas, e por isso os livros vão vendo os marcadores de páginas escorrerem ligeiros. Mas nada me impele a caminhadas, conversas, o mundo em geral. E isso me preocupa. Meu desejo é de ficar sentado, o chá quente, pilhas de livros e a companhia à volta. No quase absoluto silêncio. Esperando, como tenho esperado já há algum tempo, não sei bem o quê.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: