Skip to content

Pelo menos tento

domingo, junho 28, 2009

Não posso querer não passar uma idéia negativa com o texto anterior, mas tampouco gostaria que se pensasse que tudo é um calvário. A vida tem encanto e pra quem o percebe até mesmo ao trupicar na rua não vale à pena relevar apenas a sua parte ruim, que eu penso ser levemente maior que a boa. É aquele tal pensamento: “otimismo é opção, pessimismo é dever”, ou “otimismo é para fracos”. Se falo seguidamente de coisas desagradáveis é porque as julgo socialmente mais relevantes. Talvez um erro seja o de tornar até as coisas boas um tanto graves demais, o que é um vício de escrita e, portanto, uma deficiência intelectual. Vivemos na era do pleno auto-engano, da auto-manipulação, então o mais condizente com a moda seria o de tornar tudo digerível, fácil e in. Não consigo e nem me esforço muito. Segue existindo o defeito de não conseguir ser tão positivo no que mereceria. Mas pelo menos eu tento.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: