Skip to content

Do mestre, com carinho – parte III

sexta-feira, março 27, 2009
Foto Tadeu Vilani ZH.   

Foto Tadeu Vilani ZH.

ANOTAÇÕES PARA UMA AULA SUBVERSIVA

ANOTAÇÃO VIII – Imagem publicada por Zerolândia, edição de 26.10.2007, página 41. Legenda: “Sem-terra foram à sede do Ministério público de Passo Fundo, onde foram contidos por um contingente da Brigada Militar”. A foto é de Tadeu Vilani. A imagem de Zerolândia sugere uma ação de contenção das autoridades (as botas da Brigada Militar em primeiro plano) e, ao fundo, os “bardeneiros contidos”, todos de vermelho e alguns com imagens de Che. No mesmo dia 26.10.2007, página A14, do mesmo fotógrafo, a partir do mesmo fato, vendida pela agência do PRBS, o jornal “Folha de São Paulo” publicou uma foto que sugere uma outra subjetividade. Uma “12″ apontada para os manifestantes. Imagem comum nos tempos das manifestações contra a ditadura.

Esta é a foto jornalística. Tudo indica que o fotógrafo produziu imagens de todo o tipo. A “seleção ideológica”, nesse caso específico de Zerolândia, ficou por conta do editor da matéria. “Folha” e “Estadão” brigam menos com a notícia. Não estamos afirmando que um seja melhor do que o outro. Todos têm a mesma função, a de impedirem a formação de uma efetiva opinião pública.

ANOTAÇÃO IX – Estas anotações foram rascunhadas para uma aula de jornalismo. Subversiva, é claro. Defenderei estas idéias, acompanhadas por muitas outras imagens, em qualquer instituição de ensino de “comunicologia”. Não tenho sido convidado e nem estou me convidando. Só tenho aceitado participar de atividades ligadas aos movimentos sociais. Assim como defenderei estas idéias em quaisquer outras instâncias. Posso discutí-las com profissionais da área. E se convencido, por posições contrárias, não terei nenhuma dificuldade em reconhecer possíveis equívocos. A briga contra os “cascaterios” é uma briga política e ideológica. Nada de ordem pessoal. Os apelidos, correntes na categoria, dizem respeito a algum tipo de prática ou história profissional. Causo é de causos. Contador de casos.

ANOTAÇÃO X – Solicito, fraternalmente, a todos os que trabalham no campo do JORNALISMO a se integrarem a esta discussão. Mesmo considerando a calícula do verão e o atual período de férias, de muitos, na medida do possível, reproduzam estas anotações. Este é um verdadeiro esforço  – dentro dos meus limites atuais – para contribuir na construção de bens simbólicos apropriados à uma democracia real. Embora ande louco para me aposentar e ficar distante deste universo do showrnalismo, ainda assim, trabalho e deixo minha contribuição pela implosão do sistema.

“Cartier-Bresson fotografou a eternidade.” Jean-Paul Sartre

##### este texto foi escrito em uma “sentada”. No correr dos próximos dias faremos ajustes, acréscimos e uma revisão. A idéia nasceu ao examinarmos a pasta com estas duas fotos. É o tal hábito de pensar. As citações foram escolhidas de livros que estavam à mão na mesa de trabalho. Assim, abro 2009 procurando estabelecer uma postura mais radical. Tentando, visceralmente, chegar às raízes de nossas dificuldades atuais. Implodir, por exemplo, com a hipocrisia.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: