Skip to content

Nápoles (também) é Itália

quarta-feira, janeiro 30, 2008

Minha especial satisfação quanto à valorização da cultura napolitana na figura de sua mais tradicional receita, entre tantas, vem do fato de ser a cidade sulista alvo de um preconceito cruel, dos maiores que já tive o desprazer de testemunhar. Nápoles e toda a extensão abaixo do Lazio, cabe ressaltar. O atual problema do lixo acumulado pelas ruas da cidade antiquíssima só agrava o mal, causando a impressão de um povo de fato diferente, propenso à anarquia, ao comodismo e à pobreza. Muito tem de uma suposta supremacia racial do Norte, é evidente, mas, quando convém, a questão cultural serve como desculpa para apartar os extremos da Bota. Digo convém porque não faltará quem, em breve, quando a pizza exibir selos STG, se gabe do rico patrimônio cultural da Itália, quando se sabe que se trata de prato meridional, estranho à tradição culinária do norte. Não sugiro uma divisão, política ou cultural, é claro. Identifico apenas, como acontece aqui em nosso Brasil, uma lógica tacanha a encaixar teses mirabolantes e ridículas em fatos isolados. O tal preconceito nortista é tão rude que certa vez ouvi algo do tipo: “Queria muito que o Vesúvio se tornasse ativo novamente, para cobrir aquilo lá [Nápoles] de cinza”. Os preconceituosos tem até partido, a Lega Norte, e tentam a separação da Itália em duas. Gente que brada aos quatro ventos que Nápoles não é Itália.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: