Skip to content

Efeito Mozart

quinta-feira, setembro 6, 2007

Leio algo sobre o poder biológico da música de Wolfgang Amadeus Mozart em nebulosa revista rosa-cruciana. O artigo afirma que as composições do gênio são capazes de estabelecer ondas cerebrais que otimizam o aprendizado, a cognição, a criatividade e o intelecto, não necessariamente nesta ordem, o que ficou conhecido como Efeito Mozart e que, parece, se repete com outros compositores de qualidade indiscutível, como Vivaldi, Bach e Händel. Por mim, faço o que posso: doses cavalares por livre e espontânea vontade, desde sempre, sem qualquer segundo interesse, atraído pela beleza apenas. Mas, por segurança e já que boas mentes estão escasseando no planeta, reforço o gosto e providencio audiências para os herdeiros que ainda virão.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: