Skip to content

As vaias

terça-feira, julho 17, 2007

Lula foi homericamente vaiado na abertura oficial do Pan do Rio. Pergunto-me quem assentava-se nas cadeiras agora confortáveis do maior estádio do mundo. Meu raciocínio é feito independente dos méritos, que Lula tem, ou deméritos, que os têm ainda mais. Não que merecesse aplausos sinceros ou ovação forjada. Procuro apenas entender o que representa o Maracanã inteiro em desaprovação — o que, acho, será lembrado ainda por um tempo razoável como demonstração pública. Longe de querer transformar o episódio em um maniqueísta retrato do Brasil, ainda assim tenho a plena convicção que os descontentes integravam, em peso, a tão “incompreendida” classe média, a demonstrar perfeitamente o modo como interpreta o mundo. A saber: com candente preguiça mental, egoísmo ímpar e visão estreita e débil. O preço cobrado pelos ingressos e a disposição em fazer-se presente reforçam minhas suspeitas.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: