Skip to content

Sinal dos tempos

quarta-feira, junho 6, 2007

Situações como a descrita acima promovem incomparável recorte para comparações. Não vivi aqueles anos de chumbo, de passeatas e atentados, e protestos e desafios à ordem vigente. Mas tenho a séria desconfiança de que o contexto conspirava para uma reação autêntica, originando ações verdadeiras em sua própria dramaticidade. Triste constatar que os tempos são outros e muitos ou romantizam épocas e procuram reproduzí-las ou integram esses simulacros pensando estarem tomando parte em um revival e, portanto, algo cool, descolado. Não falo dos mesmos sujeitos do texto anterior, incompreendidos e deslocados nessa atualidade entorpecida e, por isso mesmo, fiéis ao mesmo espírito contestador de antes, com o mínimo de inteligência a lhes guiar os movimentos e opiniões. Refiro-me àqueles que sequer sabem do que falam, robôs imbecilizados a reproduzirem bordões surrados e caducos, quando muito. Estive entre eles, autênticos e aproveitadores, essa manhã. Os primeiros contam-se nos dedos, os segundos são legião.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: